Conferencistas priorizam propostas finais da 2ª Cnater e delegados federais entregam cargos do extinto MDA

03/06/2016

Na tarde da última quinta (2/06), foram aprovadas e deliberadas as 30 propostas prioritárias da plenária dos 800 delegados e delegadas presentes na 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (2ª Cnater). As propostas serão homologadas para a composição das políticas de Ater do  governo pelos próximos anos. A propostas foram definidas após amplo processo de participação social em todo o país que envolveu mais de 40 mil pessoas.

De acordo com o secretário do Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável (Condraf), que coordenou os trabalhos, Rodrigo Amaral, as propostas foram classificadas a partir de um sistema de votação eletrônico. A metodologia propiciou que fossem indicadas as ações mais importantes de Ater a serem desenvolvidas pelo poder público. “A experiência da votação das propostas nesse formato, possibilita uma maior agilidade na escolha das prioridades que serão homologadas na Conferência”, disse. 

Decisão conjunta

Durante a apresentação dos grupos de trabalho, que levaram suas propostas para o pleno, um conjunto de delegadas e delegados federais que representavam o extinto Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por uma decisão coletiva, decidiram entregar os cargos que ocupavam. Por meio de uma carta, os participantes realizaram a leitura para todos os presentes do plenário.

Assinam o documento cerca de 15 funcionários do extinto MDA. O documento afirma: “Não nos renderemos, nos manteremos juntos. Continuaremos lutando por um mundo rural desenvolvido, sustentável e solidário, por uma sociedade mais justa e igualitária, pelo reestabelecimento da democracia”.

Texto: Condraf